MEU PERFIL
BRASIL, Sudeste, POCOS DE CALDAS, JARDIM FILIPINO, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Informática e Internet, Animais, Praticar esportes


LINK DO BLOG


VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

Campanha do Agasalho 2009

HISTÓRICO

- 01/03/2010 a 31/03/2010
- 01/02/2010 a 28/02/2010
- 01/01/2010 a 31/01/2010
- 01/12/2009 a 31/12/2009
- 01/11/2009 a 30/11/2009
- 01/10/2009 a 31/10/2009
- 01/09/2009 a 30/09/2009
- 01/08/2009 a 31/08/2009
- 01/07/2009 a 31/07/2009
- 01/06/2009 a 30/06/2009



FAVORITOS

assinaturas personalizadas Educando e Aprendendo
Blog de Edmilson Filho
Tigre de Muleta
All Star



INDIQUE ESSE BLOG


CONTADOR

Código html:
Cristiny On Line



SÍNDROME DE WEST

     Em 1841, West, em uma carta dramática ao editor do "The Lancet", apresentou o problema de seu próprio filho com espasmos em flexão que se repetiam diariamente em ataques de 10 a 20 contrações, que levaram a criança a um retardamento mental, apesar de todos os tratamentos efetuados e possíveis para aquela época. Esta síndrome neurológica foi descrita pela primeira vez em 1949 por Vázquez y Turner para a Sociedade Argentina de Pediatria, com dez casos de uma "nova síndrome" que apresentavam crises nos lactentes, com alterações específicas no traçado eletroencefalográfico (EEG), estando associadas à deterioração mental, às quais propuseram chamar de Epilepsia em flexão. Em 1952 os autores Gibbs e Gibbs criaram o termo HIPSARRITMIA (hypsos = altura e rhytmos = ritmo) para o registro de EEG destes pacientes, o que passou a caracterizar a maioria das descrições desta síndrome. Em 1958 Sorel e Dusaucy-Bauloe iniciaram uma nova tentativa de enfrentar tal quadro e instituíram o tratamento "espetacular" com o ACTH. Idade de início do quadro: freqüentemente, a síndrome de WEST tem seu surgimento no primeiro ano de vida de uma criança, porém, há registros de surgimento em idades mais avançadas na infância.

Características Clínicas - Os espasmos em flexão são contrações breves, maciças, simétricas, com predominância de flexão da cabeça e do tronco (daí receber também o nome de TIC DE SAALAM, em alusão à atitude de reverência dos povos de origem árabe), levando-se os membros superiores (braços) para frente e para fora, flexionando os músculos do abdômen (barriga). Há que distingui-los de quadros mioclônicos, pois suas características principais são as repetições em seqüência ou séries de contrações, cujo número pode variar de 3 a 50, havendo descrições de até um número superior de "ataques" ou "contrações". Há, ainda, a possibilidade de outras apresentações ou variantes destas contrações, cabendo um acurado diagnóstico diferencial com outros casos de epilepsia infantil.

Fatores Precipitantes - Os espasmos da síndrome podem ocorrer tanto no sono como em estado de vigília (acordados), havendo descrição por autores de uma freqüência maior nos estados de transição entre o sono e a vigília. Há, também, a descrição de que os estímulos sensoriais bruscos podem precipitar uma crise, porém cabe diferenciar nestes casos se trata-se de espasmos de flexão ou de reações de medo ou sobressalto.

Aspectos Eletroencefalográficos - as características principais de um registro de EEG com hipsarritimia são:

Etiologias - Os espasmos infantis com hipsarritmia têm seu início quase que exclusivamente no primeiro ano de vida. Este tipo de patologia bio-elétrica se instala na etapa especial de amadurecimento cerebral e é evidente que isto ocorre por múltiplas alterações. Diz-se que as alterações e características clínicas e evolutivas desta síndrome dependem das condições prévias do SNC do lactente antes do surgimento das crises. A síndrome de West pode aparecer em diferentes circunstâncias, como por exemplo:

     Este casos são chamados de "Criptogenéticos", já que suas etiologias não são diagnosticadas ou facilmente reconhecidas. 

Tratamento para a Síndrome de West - A nossa experiência tem nos mostrado, e a literatura confirma, que há uma grande melhora dos espasmos infantis com o uso intensivo, logo após o diagnóstico deste quadro, do ACTH (hormônio Adrenocorticotrófico) em suas apresentações (de difícil aquisição no Brasil e América Latina, inclusive o México) injetáveis como: ACTHAR (Corticotrophin) - da Rhône Poulenc Rorer Pharmaceutical Inc. ou a sua forma de H.P. ACTHAR GEL (Repository Corticotrophin Injection). Dizemos que este tratamento pode ser ‘heróico’ e interromper o quadro convulsivo, porém só devem ser utilizados sob rigoroso controle médico e monitoramento cardiopediátrico, já que os corticóides não agem apenas no SNC mas em todo o organismo da criança, inclusive em seu sistema imunológico. Segundo os autores FAJERMAN e MEDINA somente se utiliza esta medicação em casos de Síndrome de West considerados CRIPTOGENÉTICOS, e não em espasmos infantis resultantes de lesões cerebrais, por exemplo. Há casos em que a resposta terapêutica pode aparecer em até 48 ou 72 horas após a aplicação de uma primeira dose do ACTH, podendo haver uma possibilidade de recidiva de crises nos casos considerados mais graves, na dependência da precocidade do diagnóstico e da extensão e gravidade da lesão cerebral associada. Outros Anticonvulsivantes tem sido utilizados, isoladamente ou em combinação nos casos de espasmos infantis, como o Clonazepam, o Àcido Valpróico, o Fenobarbital, e o Vigabatrin.

Obs.: O ACTH na Europa tem o nome de SYNACTHEN ou SYNACTHEN Retard (ampoules), sendo fabricado na FRANÇA. E como advertência e experiência pessoal para os pais informamos que esta medicação deve ser mantida em geladeira, e geralmente causa um acréscimo de pressão intracraniana, com um possível aumento de dor de cabeça, e irritabilidade da criança. Há ainda que tomar cuidado com a vacinação destas crianças tendo em vista a ação imunosupressora da medicação. Consultem um profissional experiente no seu uso antes de qualquer outra orientação.

Evolução e Prognóstico - Devido a freqüência de perguntas dirigidas sobre o ‘futuro’ de crianças com espasmos infantis, e visando desmitificar alguns preconceitos sobre este quadro, informamos que:



- Postado por: Patrícia às 09h04
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




NOVO ANTICONCEPCIONAL IMITA O HORMÔNIO FEMININO

     Uma boa notícia para mulheres que fazem uso de pílula anticoncepcional: um novo comprimido imita o hormônio estrogênio, produzido pelo organismo feminino. O novo contraceptivo Qlaira é o primeiro que combina dienogeste e valerato de estradiol.
“Contraceptivos com estradiol seriam os mais naturais”, diz o médico holandês Philip Smits, diretor mundial da Divisão de Saúde Feminina da Bayer Schering Pharma, que lançou a pílula. Ele esteve em São Paulo, na semana passada.
A pílula está aprovada na Europa. No Brasil, aguarda liberação da Anvisa. Há outros métodos contraceptivos em pesquisa pela farmacêutica. Um deles é um adesivo de baixa dose hormonal, para ser aplicado uma vez por semana. “Também estudamos uma versão para ser usada debaixo da língua. O objetivo é oferecer conforto à mulher”, fala Smits. (Fonte: Diário SP)



- Postado por: Patrícia às 10h24
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




POLUÇAO NOTURNA


     Polução noturna, às vezes chamada de sonho erótico, é a emissão ou descarga do sêmen durante o sono.
     É sabido que durante o sono, o pênis fica ereto e se um sonho erótico acontece, a ejaculação e orgasmo podem ser o desfecho desse sonho.
     Não é regra, mas quase sempre acompanha-se de um sonho erótico em que o indivíduo acorda imediatamente antes ou imediatamente após ejacular. Muitas vezes, o sonho erótico pode ser lembrado e percebido como uma experiência sexual prazerosa.
     Na pré-adolescência o fenômeno é mais freqüente. Ocorre em todas as idades, mas é, disparadamente, mais freqüente dos dez aos vinte anos, justamente no período de maior inexperiência sexual e energia sexual reprimida, ou insatisfatoriamente resolvida.
     Até os quinze anos de idade, cerca de 50% dos meninos terão tido pelo menos um episódio de polução noturna; talvez seja o sinal do início do exercício da sexualidade.
     O fenômeno parece ser uma maneira do organismo "se livrar" do excesso de sêmen acumulado já que é menos freqüente em quem ejacula regularmente por masturbação ou relação sexual.
     Não pode ser considerado um problema. A polução noturna não deve ser tomada como anormal ou sinal de alguma enfermidade. Ocorre, inclusive, em adultos com vida sexual regular e estável.
     Seu maior inconveniente talvez seja explicar o que ou com quem se sonhou ou a mancha de sêmen na roupa ou lençóis. Costuma ser bastante embaraçoso para os adolescentes. 
     Não se conhece uma maneira eficiente de evitar os sonhos eróticos e nem se deveria tentar fazê-lo já que se trata de um aspecto normal da sexualidade.
     O certo é que os adultos “bem resolvidos” sexualmente apresentam raros episódios de polução noturna.
     A natureza, situação envolvida ou personagens do sonho erótico não necessariamente determinam a preferência, orientação ou tendência sexual do indivíduo. É comum ter sonhos eróticos em que o indivíduo experimenta situações incestuosas ou homossexuais. Em princípio, isto não significa que o vivenciador deste tipo de sonho tenha desvios sexuais ou tendências homossexuais.
     Se você é muito jovem e está preocupado por estar tendo vários sonhos eróticos, sossegue. Converse com seus pais e divida com eles a ale gria de ter se tornado homem e de ter um funcionamento supostamente esperado do seu sistema genital. 
     Lembre-se que, em contrapartida, a não ocorrência da polução noturna, não necessariamente indica alguma anormalidade e que os extremos ou situações duvidosas devem ser sempre avaliados por um médico. 



- Postado por: Patrícia às 11h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




VOCÊ SABE O QUE SÃO ABSCESSOS?

     Os Abscessos são coleções de pus geralmente causadas por infecções bacterianas. As bactérias que invadem o corpo são atacadas pelos glóbulo brancos do sangue (leucócitos) e as células mortas neste combate terminam formando o pus. Os abscessos são bastante comuns em diabéticos, por isso pessoas com abscessos recorrentes ou dificuldade de cicatrização devem fazer exames de sangue para pesquisar esta doença.

O que uma pessoa com abscesso sente?

     As principais manifestações de um abscesso são vermelhidão, inchaço (edema) e dor no local. Estes sintomas pioram à medida em que o abscesso distende a área e procura romper através da pele. A dor decorre da pressão do pus sobre terminações nervosas e o desconforto é aliviado quando o abscesso se rompe ou é drenado. Os abscessos internos geralmente se acompanham de febre, dor local e desânimo. Podem ocorrer ao redor de um dente, na mama, nos ossos, no fígado, na vagina, no apêndice ou na área anal.

O que é “abscesso frio”?

     Existe um tipo de abscesso chamado “frio”, que se forma lentamente, sem dor, vermelhidão ou calor, e pode aparecer em qualquer lugar do corpo, sendo mais comum na coluna, nos quadris, nos gânglios ou na região genital. Diagnosticar um abscesso frio é importante pois em geral estas lesões são causadas por infecção pelo bacilo da Tuberculose.

Como o abscesso é tratado?

     O objetivo do tratamento de um abscesso é facilitar a drenagem da infecção na pele. O tratamento domiciliar mais comum é a aplicação local de calor, mas o calor aplicado sobre o abscesso torna os tecidos vizinhos mais propícios a se infectarem. Analgésicos como o paracetamol podem ser utilizados para reduzir o desconforto. A área inflamada deve permanecer em repouso, cobrindo-a com um curativo seco quando o abscesso começar a drenar sua secreção pela pele. Alguns abscessos precisam ser drenados ciurgicamente.



- Postado por: Patrícia às 10h06
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




SUCO DE LIMÃO CONTRA A GRIPE NESSE INVERNO

Ingredientes:

  • 2 limões médios
  • 4 lascas de gegibre
  • 500 ml de água
  • Mel a gosto

Modo de Preparo:

     Epremer os limões e misturar com as lascas de gengibre e com o mel. Se a consistência não agradar, pode bater tudo no liquidificador com os 500 ml de água. Pode ser tomado diariamente, se estiver gripado de três a quatro vezes ao dia. É uma delícia!



- Postado por: Patrícia às 10h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




EUTANÁSIA, UM BEM OU UM MAL?

     Eutanásia é a prática pela qual se abrevia a vida de um enfermo incurável de maneira controlada e assistida por um especialista. A eutanásia representa actualmente uma complicada questão de bioética e biodireito, pois enquanto o Estado tem como princípio a protecção da vida dos seus cidadãos, existem aqueles que, devido ao seu estado precário de saúde, desejam dar um fim ao seu sofrimento antecipando a morte. Independentemente da forma de Eutanásia praticada, seja ela legalizada ou não (tanto em Portugal como no Brasil esta prática é considerada como ilegal), é considerada como um assunto controverso, existindo sempre prós e contras – teorias eventualmente mutáveis com o tempo e a evolução da sociedade, tendo sempre em conta o valor de uma vida humana. Sendo eutanásia um conceito muito vasto, distinguem-se aqui os vários tipos e valores intrinsecamente associados: eutanásia, distanásia, ortotanásia, a própria morte e a dignidade humana. Em primeiro lugar, é importante ressaltar que a eutanasia pode ser dividida em dois grupos: a "eutanásia activa" e a "eutanásia passiva". Embora existam duas “classificações” possíveis, a eutanásia em si consiste no acto de facultar a morte sem sofrimento a um indivíduo cujo estado de doença é crónico e, portanto, incurável, normalmente associado a um imenso sofrimento físico e psíquico.

A "eutanásia activa" conta com o traçado de acções que têm por objectivo pôr término à vida, na medida em que é planeada e negociada entre o doente e o profissional que vai levar e a termo o acto.

A "eutanásia passiva" por sua vez, não provoca deliberadamente a morte, no entanto, com o passar do tempo, conjuntamente com a interrupção de todos e quaisquer cuidados médicos, farmacológicos ou outros, o doente acaba por falecer. São cessadas todas e quaisquer acções que tenham por fim prolongar a vida. Não há por isso um acto que provoque a morte (tal como na eutanásia activa), mas também não há nenhum que a impeça (como na distanásia).

É relevante distinguir eutanásia de "suicídio assistido", na medida em que na primeira é uma terceira pessoa que executa, e no segundo é o próprio doente que provoca a sua morte, ainda que para isso disponha da ajuda de terceiros.

Etimologicamente, distanásia é o oposto de eutanásia. A distanásia defende que devem ser utilizadas todas as possibilidades para prolongar a vida de um ser humano, ainda que a cura não seja uma possibilidade e o sofrimento se torne demasiadamente penoso.



- Postado por: Patrícia às 10h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




PÍLULA DO DIA SEGUINTE

     A pílula do dia seguinte é um eficiente método para evitar a gravidez em situações que não programadas. Quando a camisinha se rompe ou a mulher é vítima de estupro, a pílula do dia seguinte deve ser tomada o mais rápido possível, pois só funciona se for ingerida em, no máximo, 72 horas após o sexo. É preciso que a mulher tome duas pílulas do dia seguinte, há um intervalo de 12 horas entre a primeira e a segunda pílula. O quanto antes a mulher ingerir as pílulas, melhor as chances e condições, pois ela evita que os espermatozóides fecundem o óvulo. Caso isso já tenha ocorrido, as pílulas fazem com que o óvulo não consiga ser implantado no útero, o que impede a gravidez. Porém, como todo método contraceptivo, há uma possibilidade de falha: mesmo se ingerida de acordo com as recomendações, pode ser que a pílula do dia seguinte não consiga evitar a gravidez, a margem disso acontecer gira em torno de 2% dos casos. É importante saber que tomar a pílula do dia seguinte o mais rápido possível, de preferência logo nas horas seguintes ao ato sexual, potencializa a chance de tudo dar certo. Mas cuidado, a pílula do dia seguinte não é um método que deve ser utilizado sempre, mas apenas em situações de emergência. O uso freqüente da pílula do dia seguinte pode ser extremamente prejudicial ao organismo, provocando grandes alterações menstruais e gerando problemas como náuseas, enjôos ou vômitos. A mulher deve procurar o seu médico para adotar um método freqüente. Entre eles, a pílula anticoncepcional tradicional. Outras opções de métodos contraceptivos são a injeção de anticoncepcional, o DIU (dispositivo intra-uterino), o diafragma e a camisinha. O ideal é avaliar o mais indicado para o seu caso com a ajuda do seu ginecologista.



- Postado por: Patrícia às 08h50
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




PORQUE É PERIGOSO COMER OVOS CRÚS?

     O nome do perigo é salmonelose, doença causada pelas bactérias do gênero Salmonella, que infectam cerca de 1% dos ovos de galinha. Ela causa diarréia, vômitos e febre muito fortes. "Crianças, idosos e pessoas imunodeprimidas podem até morrer", uma equipe da Universidade Estadual Paulista. "Ovos são especialmente problemáticos em pratos que são consumidos por muita gente e passam horas sem refrigeração." O exemplo clássico é a maionese servida em um casamento que reúne, digamos, 200 pessoas por cinco horas – nesse tempo, a colônia bacteriana pode tomar conta do repasto. A salmonela vive nos intestinos das aves e a contaminação, em geral, ocorre na postura do ovo, por rachaduras na casca. Aí seria só descartar os ovos rachados e lavar os outros. Ocorre que uma entre as cerca de 2 500 variedades da praga atinge o ovo enquanto ele está em formação. É, portanto, impossível distinguir um ovo sadio de outro infectado com salmonela. Como evitá-la, então? Cozinhando os ovos. "A salmonela morre em temperaturas acima de 65 graus", diz José. Como a gema solidifica a 60 graus, diga adeus ao ovo frito com gema mole. Maionese caseira, de ovos crus, nem pensar – mas coma sem medo a industrializada, feita com ovos cozidos.



- Postado por: Patrícia às 09h10
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




DEZ ALIMENTOS PARA VIVER MAIS

AVEIA: Ajuda a diminuir o colesterol ruim, o LDL. Ganhou o selo de redutor do risco de doenças cardíacas da FDA, agência americana de controle de alimentos e remédios.

ALHO: Reduz a pressão arterial e protege o coração ao diminuir a taxa de colesterol ruim e aumentar os níveis do colesterol bom, o HDL. Pesquisas indicam que pode ajudar na prevenção de tumores malignos.

AZEITE DE OLIVA: Auxilia na redução do LDL. Sua ingestão no lugar de margarina ou manteiga pode reduzir em até 40% o risco de doenças do coração.

CASTANHA-DO-PARÁ: Assim como noz, pistache e amêndoa, auxilia na prevenção de problemas cardíacos. Também ganhou o selo de redutora de doenças cardiovasculares da FDA.

CHÁ VERDE: Auxilia na prevenção de tumores malignos. Estudos indicam ainda que pode diminuir as doenças do coração, prevenir pedras nos rins e auxiliar no tratamento da obesidade.

MAÇÃ: Ajuda a prevenir tumores malignos, diz o médico Michael Roizen. O consumo regular de frutas variadas auxilia na redução de doenças cardíacas e da pressão sangüínea, além de evitar doenças oculares como catarata.

PEIXES: Os peixes ricos em ômega 3, como a sardinha, o bacalhau e o salmão, são poderosos aliados na prevenção de infartos e derrames. Estudos indicam também que reduzem dores de artrite, melhoram a depressão e protegem o cérebro contra doenças como o mal de Alzheimer.

SOJA: Ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares, segundo a FDA. Seu consumo regular pode diminuir os níveis de colesterol ruim em mais de 10%. Há indicações de que também ajuda a amenizar os incômodos da menopausa e a prevenir o câncer de mama e de cólon.

TOMATE: Auxilia na prevenção do câncer de próstata.

VINHO: A uva vermelha, presente no vinho ou no suco, ajuda a aumentar o colesterol bom e evita o acúmulo de gordura nas artérias, prevenindo doenças do coração.



- Postado por: Patrícia às 09h02
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




MULHERES CUIDEM DE SUA SAÚDE

O que é o exame de papanicolau?

O exame de Papanicolau verifica alterações nas células do colo do útero. O colo do útero é a parte mais baixa do útero que o liga à vagina.
Outros nomes para o exame de Papanicolau são Citologia Oncótica ou Preventivo.

Para que serve o exame?

O exame de Papanicolau serve para se verificar alterações nas células cervicais. Estas alterações que podem ser detectadas são chamadas de displasia cervical e podem se transformar em câncer se não forem descobertas e tratadas.
O Papanicolau também pode detectar infecções viróticas no colo do útero, como por exemplo verrugas genitais e herpes, e infecções vaginais tais como as causadas por fungos ou por trichonomas. Algumas vezes, o teste pode dar informações sobre seus hormônios, principalmente progesterona e estrogênio.
As mulheres, principalmente as sexualmente ativas, deveriam se submeter a um exame preventivo no mínimo uma vez por ano. O médico recomendará a freqüência com que o exame será feito baseado nos seus fatores de risco para desenvolver câncer cervical.
Existe uma chance crescente de desenvolver este tipo de câncer se:

- Se ao fazer algum exame de Papanicolau perceber alterações.
- Iniciou a vida sexual muito cedo.
- Teve ou tem muitos parceiros sexuais.
- Você ou seu parceiro têm tido infecções genitais.
- Teve câncer de vulva ou vagina.
- A parceira anterior do seu atual parceiro teve câncer cervical ou anomalias nas células cervicais.
- Seu parceiro teve câncer de pênis.
- É fumante.
- Sua mãe tomou o hormônio dietilstelbestrol (DES) enquanto grávida de você.
- Seu sistema imunológico for fraco, porque você já foi submetido a transplante, ou porque você toma drogas que enfraqueçam o sistema imunológico ou porque tem AIDS.

Após os 65 anos, seu médico poderá não mais pedir o exame de citologia caso os anteriores tiverem sido normais. No entanto, um exame físico anual continua sendo importante por outras razões de saúde, inclusive para tornar possível o descobrimento de um câncer de mama e de vulva, ainda em fase inicial.

Como deve ser o preparo para o exame?

Não use ducha ou cremes vaginais durante os dois dias anteriores ao exame, nem mantenha relação sexual dentro das 24 horas anteriores, pois isto pode causar resultados incorretos.

O que acontece durante o exame?

O Papanicolau demora poucos minutos e é feito como parte de um exame ginecológico de rotina. Quando estiver deitada , com os joelhos dobrados e as pernas afastadas, o seu médico introduzirá um espéculo na sua vagina. Este aparelho permite a abertura das paredes da vagina para que o médico possa ver o colo do útero. Então, ele utiliza um cotonete especial, uma escovinha ou uma palheta para, esfregando, remover algumas células do colo do útero, as quais serão mandadas a um laboratório para serem analisadas microscopicamente.

O que acontece após o exame?

Se as células se mostrarem normais, não será necessário nenhum tratamento.
O exame citológico deverá mostrar se tem alguma infecção. Seu médico deverá tratar você desta infecção e sugerir que outro preventivo seja feito em alguns meses.
Se as células não se apresentarem normais, poderão ser necessários mais exames. Discuta com o seu médico se deverá retornar para um exame posterior.
Você deve conversar com seu médico a respeito dos resultados do seu exame pois o Papanicolau não é 100% garantido.

Quais os benefícios deste exame?

O Papanicolau pode detectar doenças pré-cancerígenas e, se estas doenças são descobertas a tempo, há uma grande chance de o desenvolvimento do câncer ser combatido através de um tratamento simples. Este exame também é utilizado para detectar alguns tipos de infecção no colo do útero e na vagina.



- Postado por: Patrícia às 09h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




OSSOS FORTES PARA OSTEOPOROSE

     Pacientes com osteoporose ganham uma opção prática de tratamento: uma injeção a cada três meses. A osteoporose, perda do conteúdo do osso, põe a pessoa a um alto risco de fraturas. É uma doença silenciosa, que não dói. O ibandronato de sódio (Bonviva) acaba de chegar ao Brasil, na versão injetável. O medicamento aumenta a densidade mineral óssea, reduz a perda óssea e diminui significativamente o risco de fraturas vertebrais e não-vertebrais, como as do fêmur, do rádio e do punho. Os tratamentos tradicionais com comprimidos (os bisfosfonatos) são feitos em doses diária, semanal ou mensal. 
     A injeção é aplicada na veia. O endocrinologista João Lindolfo Borges, membro do Departamento de Metabolismo Ósseo e Mineral da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e professor de endocrinologia da Univerdidade Católica de Brasília, diz que é preciso atenção para os fatores de risco da doença. “Além da idade avançada, pessoas com baixo peso, de raça branca e com histórico de doença na família são mais suscetíveis a desenvolver o problema”, explica Borges. (Fonte: diário sp)



- Postado por: Patrícia às 10h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




APNÉIA DO SONO

     Apneia do sono ou Apneia noturna (AO 1990: apneia) é a suspensão da respiração durante o sono. Estes episódios de apneia (do grego ápnoia, falta de respiração) podem durar alguns segundos, após os quais é retomada a respiração normal, e ocorrem várias vezes durante o sono. Na maior parte das vezes não são suficientes para despertar a pessoa, mas há uma alteração no padrão de sono, passando do sono profundo para um sono mais superficial. Como este sono não é repousante, as manifestações típicas são uma sensação de "noite mal passada" ao despertar, assim como fadiga e sonolência durante o dia. O fechamento parcial das vias aéreas superiores constitui um evento de hipopneia e um total constitui uma apnéia. Nos fechamentos parciais temos como principal manifestação o ronco devido à produção de som pelo turbilhonamento alterado do ar expirado.

Diagnóstico: 

     O principal sintoma da apneia do sono é a sonolência intensa durante o dia. Esta sonolência pode levar a acidentes automotivos ; ao sono intenso em horas inadequadas, como no trabalho ou na sala de aula. As outras manifestações da doença incluem o ronco (com pausas respiratórias, as apnéias); a dificuldade em manter a concentração e a atenção pela sonolência diurna. Ao dormir, têm também movimentos muito freqüentes durante toda a noite associados às pausas respiratórias (apnéias).

As apnéias obstrutivas: O diagnóstico clínico dos maiores especialistas do mundo é considerado correcto em 50% dos casos considerando uma prevalência de 5% da doença. O único método de diagnóstico conhecido é a polissonografia, que mede o número total de eventos de apneia + hipopneia por hora, o índice de apneia e hipopneia (IAH). Para um evento ser considerado como obstrutivo é necessário haver aumento do esforço respiratório reflexo. Se o IAH for maior ou igual a cinco o paciente é considerado portador da síndrome da apnéia obstrutiva do sono. De 5-15 leve, de 15-30 moderado e mais que 30 grave.

Apneias centrais: Ao contrário das apneias obstrutivas não há esforço respiratório reflexo durante as apneias ou hipopneias e sua etiologia também parece ser bem distinta.

Tratamento

  • Redução do peso corporal.
  • Redução do consumo do álcool
  • Cirurgia. Traqueostomia
  • Uso de CPAP ou BIPAP
  • Entre outros. Consulte o seu médico.


  • - Postado por: Patrícia às 10h55
    [ ] [ envie esta mensagem ]

    ___________________________________________________




    CRACK A DROGA DA MORTE

         O crack é uma droga ilegal, obtida a partir da merla - uma variação da pasta de coca, obtida como subproduto do processamento das folhas de coca, para obtenção de cocaína. A merla é misturada ao bicarbonato de sódio e água. O bicarbonato de sódio faz com que a mistura tenha um baixo ponto de fusão (passagem de sólido para líquido) e ebulição (uma forma de passagem de líquido para gasoso), tornando possível a queima da droga com o auxílio de cinzas, que são colocadas em um cachimbo, junto ao crack. O uso de cocaína por via intravenosa foi quase extinto no Brasil, pois foi substituído pelo crack, que provoca efeito semelhante e é tão potente quanto a cocaína injetada. A forma de uso do crack também favoreceu sua disseminação, já que não necessita de seringa - bastando um cachimbo, muitas vezes improvisado. O crack eleva a temperatura corporal, podendo levar o usuário a um acidente vascular cerebral. A droga também causa destruição de neurônios e provoca no dependente a degeneração dos músculos do corpo (rabdomiólise), o que dá aquela aparência esquelética ao indivíduo: ossos da face salientes, braços e pernas ficam finos e costelas aparentes. O usuário de crack torna-se completamente dependente da droga em pouco tempo. Normalmente o viciado, após algum tempo de uso da droga, continua a consumi-la apenas para fugir aos desconfortos da síndrome de abstinência - depressão, ansiedade e agressividade - comuns a outras drogas estimulantes. O uso do crack - e sua potente dependência - frequentemente leva o usuário à prática de pequenos delitos, para obter a droga. Os pequenos furtos de dinheiro e de objetos, sobretudo eletrodomésticos, muitas vezes começam em casa. O dependente dificilmente consegue manter uma rotina de trabalho ou de estudos e passa a viver basicamente em busca da droga, não medindo esforços para consegui-la. O efeito social do uso do crack é o mais devastador, entre as drogas normalmente encontradas no Brasil.



    - Postado por: Patrícia às 11h07
    [ ] [ envie esta mensagem ]

    ___________________________________________________




    HOJE É DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE E DA ECOLOGIA

         A importância desse dia tem precedentes. O meio ambiente e a ecologia passaram a ser uma preocupação em todo o mundo, em meados do século XX. Porém, foi ainda no séc. XIX que um biólogo alemão, Ernst Haeckel (1834-1919), criou formalmente a disciplina que estuda a relação dos seres vivos com o meio ambiente, ao propor, em 1866, o nome ecologia para esse ramo da biologia. Celebrado de várias maneiras (paradas e concertos, competições ciclísticas ou até mesmo lançamentos de campanhas de limpeza nas cidades), esse dia é aproveitado em todo o mundo para chamar a atenção política para os problemas e para a necessidade urgente de ações. Se há assunto que consegue igualar todas as pessoas nesse planeta é a questão ambiental: o que acontece de um lado, para bem ou para mal, vai sempre afetar o outro! Nessa data, chefes de estado, secretários e ministros do meio ambiente fazem declarações e se comprometem a tomar conta da Terra. As mais sérias promessas têm sido feitas, que vão do be-a-bá ao estabelecimento de estruturas governamentais permanentes para lidar com gerenciamento ambiental e planejamento econômico, visando conseguir a vida sustentável no planeta. Podemos, cada um de nós, já fazer a nossa parte para a preservação das condições mínimas de vida na Terra, hoje e no futuro, ou seja, investir mais naquilo que temos de valioso, que é a nossa inteligência, para aprender a consumir menos o que precisamos economizar: os recursos naturais. E é sempre bom lembrar que o Brasil, identificado como um dos nove países-chave para a sustentabilidade do planeta, já é considerado uma superpotência ambiental!



    - Postado por: Patrícia às 10h15
    [ ] [ envie esta mensagem ]

    ___________________________________________________




    DOENÇAS RESPIRATÓRIAS - SAIBA EVITAR NESSA ÉPOCA

         Doenças respiratórias aumentam 40% no inverno, assim como o número de atendimento nos centros de saúde, segundo a ABORL-CCF (Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial). Com a chegada das estações outono e inverno, já é possível perceber o aparecimento de gripes mais constante, resfriados, rinites, alergias e sinusites. Nessa época, o sistema respiratório fica mais vulnerável, e a defesa do corpo não funciona como deveria, devido às baixas temperaturas. O presidente da ABORL-CCF, Ricardo Bento, alerta sobre os tipos de problemas respiratórios que podem surgir no inverno. “O clima seco e a aglomeração de pessoas em ambientes fechados nessa época, por exemplo, podem ocasionar obstrução nasal, rinorréia (nariz escorrendo), rinossinusites, faringotonsilites e otites, além de facilitar o contágio do vírus da gripe e resfriado”, explica Bento. Alguns cuidados, como evitar aglomeração de pessoas, umedecer o ambiente com bacia de água ou utilizar umidificadores, podem prevenir essas gripes, resfriados e alergias. Especialistas da ABORL-CCF também advertem que, em cada sete pessoas no mundo, uma sofre com problemas respiratórios. Uma estudante de Santo André, conta que percebe a chegada das estações frias pela coceira no nariz. “Quando percebo que começo a espirrar e a sentir coceiras no nariz, sei que o inverno está chegando. E quando esfria mesmo e tenho que tirar as roupas guardadas do armário, a situação agrava”, disse. Casacos, toucas e luvas deixados por muito tempo no armário acumulam ácaros. Por isso, é importante lavar as roupas, principalmente as de lã, antes de usar. Assim, evita-se os incômodos na garganta e no nariz. (Fonte: Metodista)



    - Postado por: Patrícia às 10h12
    [ ] [ envie esta mensagem ]

    ___________________________________________________




    VOCÊ SABE O QUE É BRUXISMO?

         Quando existe um movimento involuntário, incontrolável dos músculos da mastigação com esfregamento dentário, dizemos que o indivíduo apresenta bruxismo. Atinge homens e mulheres, adultos e crianças na mesma proporção. Os movimentos mais intensos acontecem no período noturno, mas ocorrem também durante o dia. Pode se manifestar como um esfregamento da superfície da oclusão quando a pessoa range os dentes ou existir apenas um apertamento das arcadas dentárias. Muita gente atribui este processo a problemas emocionais, mas como explicar o bruxismo em pessoas absolutamente tranqüilas?

    Consequências:
         Quando as pessoas rangem os dentes, alem da possibilidade de atrapalhar o sono de outras por causa do barulho, dependendo do tipo de dentição poderá ocorrer um desgaste excessivo do esmalte dentário. Um desgaste em determinadas áreas é considerado fisiológico e benéfico para o desenvolvimento dos ossos, mas o desgaste exagerado prejudica os dentes e danifica os tecidos em volta dele. Dependendo da constituição física da pessoa pode danificar também as articulações, principalmente a ATM. Se o bruxismo for do tipo apertamento, além da pressão sobre os dentes haverá uma sobrecarga na musculatura que desenvolverá áreas hipersensíveis podendo se tornar uma possível causa da Dor de Cabeça.

    Causas do Bruxismo: 
         Os distúrbios emocionais intensificam o descontrole muscular, mas não é a causa de bruxismos nem em crianças nem em adultos. Nossa hipótese se baseia no fato de que a ATM é a articulação mais importante do corpo humano bem como a musculatura associada. Como a articulação não pode ficar imóvel, sob o risco de sofrer um processo de enrijecimento – anquilose – e a musculatura da mastigação não podem encurtar nem perder seu tamanho acreditamos que a movimentação seja um meio de defesa do organismo. Todas as vezes que fazemos uma boca funcionar corretamente, em crianças ou adultos, com aparelhos ortopédicos ou apenas com fisioterapia aplicada conseguimos eliminar o bruxismo. O fator psicológico apenas torna o processo mais agressivo e também precisa ser controlado.

    Como tratar?
         Um exame clínico correto vai indicar as possíveis causas do bruxismo. O tratamento vai desde uma simples orientação mastigatória com fisioterapia aplicada, até a necessidade de pequenos ajustes na oclusão removendo ou acrescentando material sobre os dentes, ou ainda com o uso de aparelhos ortopédicos funcionais. A utilização de placas protetoras noturnas apenas impede um desgaste excessivo do esmalte dentário, porem modifica a altura da oclusão durante o período de uso. Durante o dia, sem a placa, a boca oclui em altura diferente podendo levar a uma desorganização do controle muscular.



    - Postado por: Patrícia às 12h06
    [ ] [ envie esta mensagem ]

    ___________________________________________________




    A FUMAÇA DO CIGARRO É PREJUDICIAL A SAÚDE?
         Com base nos estudos estatísticos, a Organização Mundial de Saúde, concluiu que pessoas expostas à fumaça ambiental do cigarro - equivocadamente chamadas de "fumantes passivos" - estariam mais propensas a desenvolver diversos problemas de saúde.
         Baseados em nossa avaliação das informações científicas disponíveis, acreditamos que muitas das afirmações contra a fumaça ambiental de cigarros são exageradas, conforme divulgado no mais recente estudo sobre fumaça ambiental publicado no renomado British Medical Journal (BMJ) em maio de 2003. Este estudo, onde mais de 118.000 adultos foram monitorados na Califórnia por mais de 40 anos, sugere que os efeitos do fumo passivo foram superestimados, particularmente em relação a doenças coronarianas e não foi encontrada nenhuma evidência que sustente o relacionamento causal entre a fumaça ambiental de cigarros e óbitos por doenças relacionadas ao tabaco.
         A fumaça ambiental do cigarro pode ser incômoda e irritante para os não-fumantes, mas esta questão pode ser resolvida por meio de sistemas de ventilação adequados. Acreditamos que os fumantes precisam se preocupar com o conforto dos demais e não devem fumar perto de crianças ou de mulheres grávidas, em ambientes pouco ventilados e por períodos prolongados. Assim, estariam evitando desconfortos, especialmente a pessoas que sofrem de problemas respiratórios, como a asma, ou de males agudos como infecções respiratórias e auditivas.


    - Postado por: Patrícia às 12h52
    [ ] [ envie esta mensagem ]

    ___________________________________________________




     CIENTISTAS DESCOBREM VÍRUS QUE CAUSA HEMORRAGIA COMO EBOLA   

         ATLANTA - Cientistas identificaram um novo vírus letal na África que provoca perdas de sangue nas vítimas, como o terrível vírus Ebola. O vírus, chamado "Lujo", infectou cinco pessoas na Zâmbia e na África do Sul. Quatro delas morreram, mas a quinta conseguiu sobreviver, talvez ajudada por um medicamento recomendado pelos cientistas. Ainda não está claro como a primeira pessoa foi infectada, mas aparentemente o vírus foi transmitido de insetos para pessoas e é encontrado em roedores, disse o doutor Ian Lipkin, epidemiologista da Universidade Colúmbia, nos Estados Unidos. Lipkin está envolvido na descoberta.
         "Esse é um vírus muito, muito agressivo", disse Lipkin. Na África, os ataques do vírus "Lujo" começaram em setembro do ano passado, quando uma mulher que vivia próxima a Lusaka, na Zâmbia, sofreu de uma doença parecida com uma febre, que piorou rapidamente. Ela foi transportada a Johannesburgo, na África do Sul, onde morreu. Um paramédico que tratou a vítima em Lusaka também adoeceu, foi transportado a Johannesburgo e lá faleceu. Agora os cientistas acreditam que o vírus passe de uma pessoa para outra, embora apenas através de fluidos e líquidos do corpo.
         "Não é um vírus como o da gripe, que se espalha pelo ar e de maneira ampla", disse o doutor Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, que ajudou a financiar a pesquisa. O nome dado ao vírus, "Lujo", usa as letras iniciais das cidades de Lusaka e Johannesburgo, onde fez suas primeiras vítimas conhecidas.
         Os médicos na África inicialmente pensaram que a doença era provocada pelo vírus Ebola porque os pacientes sangravam. Outros sintomas incluem febres, choque, coma e falência dos órgãos. O provável tratamento, usado na quinta vítima que sobreviveu, uma enfermeira de Johannesburgo, é feito como o remédio ribavirin. Segundo o doutor Stuart Nichol, chefe de biologia molecular em um laboratório em Atlanta, ainda não está claro se o medicamento foi decisivo para a sobrevivência e recuperação da paciente. (Estadão)



    - Postado por: Patrícia às 09h40
    [ ] [ envie esta mensagem ]

    ___________________________________________________